O que é um Portal ?

Muito tenho ouvido sobre Portais, um portal é isso, um portal é aquilo. Então depois de ouvir muitas conclusões e opiniões “erradas” e algumas muito bem embasadas e satisfatórias sobre Portais, resolvi falar um pouco sobre.

De acordo com a Especificação de Portlet “Um portal é uma aplicação web que normalmente fornece recursos de personalização, single sign on (SSO), agregação de conteúdos de diferentes fontes, e hospeda a camada de apresentação dos sistemas de informação. A agregação é o ato de integrar conteúdos de diferentes fontes dentro de um web página“.

Elementos de um Portal

Elementos de um Portal

A figura “Elementos de um Portal” demonstra os vários elementos que formam um portal, logo um portal é uma aplicação que agrega várias aplicações do tipo portlet, portlet são elementos que compõe um portal, resumidamente são partes plugáveis ao  portal. Portlet também pode ser definido como uma aplicação em tecnologia baseada em componentes web, gerenciado por um portlet container que processa requisições e gera conteúdo dinâmico.

Um Portal pode ser dividido em três partes principais:

1. Recipiente Portlet: Um container de portlet, que é muito semelhante a um servlet container, em que cada portlet é implantado dentro de um recipiente portlet que controla o ciclo de vida do portlet e fornece recursos e informações necessárias sobre seu ambiente. Um container de portlet é responsável por inicializar e destruir portlets e também por passar solicitações do usuário a ele e coletar informações.

2. Agregador de conteúdo: Conforme definido na Especificação de Portlet, uma das principais tarefas de um portal é agregar conteúdo gerado por vários aplicativos de portlet.

3. Serviços comuns: Um dos principais pontos fortes de um servidor de portal é o conjunto de serviços comuns que ela oferece. Serviços não são parte da especificação de portlet, mas implementações de portal comerciais fornecem um rico conjunto de serviços comuns a para se diferenciar dos seus concorrentes. Alguns serviços comuns que você pode encontrar na maioria das implementações são:

  • Single sign on (SSO): Permite ter acesso a todas as outras aplicações uma vez que efetuar o logon no servidor do portal, o que significa que você não tem que entrar em cada aplicativo separadamente. Por exemplo, uma vez feito o login para o meu site intranet, eu deveria ter acesso ao meu aplicativo de correio, aplicativo de mensagens instantâneas e outros aplicativos de intranet, sem ter que efetuar o logon em cada um desses aplicativos separadamente.

Um servidor portal deve fornecer um ponto central de credenciais, e estas credencias devem ser protegidas. Assim você deverá especificar o seu nome de usuário e senha somente uma vez. Esta informação será armazenada no armazenamento de credenciais de forma encriptada. A partir deste ponto, da próxima vez em diante, sempre que entrar no seu portal intranet ou em alguma aplição do portal, o servidor do portal vai ler suas credenciais do ponto central e registrar e dar acesso a aplicação seu nome por exemplo.

  • Personalização: A implementação básica do serviço de personalização permite que o usuário personalize sua página de duas maneiras. Em primeiro lugar, o usuário pode decidir quais as cores que ela quer para barras de título e que ícones que ela quer para controles. Em segundo lugar, o usuário pode decidir quais portlets que ela quer em sua página. Por exemplo, gosto muito de tecnologia, eu provavelmente vou substituir as ações de atualização de notícias gerais de portlet por um portlet que me permita visualizar notícias de tecnologias de um nicho específico.

Existe também algumas implementações avançadas de serviços de personalização que permitem você decidir quais aplicativos devem ser exibidos para usuários com base em critérios como a sua renda ou interesses. Neste caso, é necessário criar regras de negócio como “Mostrar produtos premium a qualquer usuário com uma renda X” e “Mostrar o descontos em produtos para usuários com renda Y.”

Há alguns serviços mais comuns, como a tradução automática, como traduzir para uma língua X se solicitado pelo usuário. A maioria dos servidores de portais comerciais fornece acesso via dispositivos móveis e são capazes de gerar diferentes conteúdos para diferentes navegadores.

Em um próximo post, vou escrever sobre a tecnologia Portlets para agregar à este conteúdo de Portais.

Qualquer dúvida estou a disposição.

Por enquanto é isso, até o próximo post.

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados *

Post Navigation